Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conversas à Mesa

ESTAMOS NA ÉPOCA DO TOMATE





Passei o Verão dos meus 18 anos a aprender alemão em Innsbruck, uma lindíssima cidade austríaca. Estava albergada em casa de um casal já de uma certa idade. Ela era uma mãezoca. Ele impunha respeito. Tinha combatido pelos alemães, claro, na Segunda Guerra e perderá uma perna. Porém, fazia a vida normal e deslocava-se para todo o lado de bicicleta. A minha vida era o paraíso. Passeava-me pela Áustria num Fiat 500 de um colega da escola. Fazíamos questão de ir regularmente a Salzburgo ver as toiletes à entrada da Ópera (nunca conseguimos bilhete para nenhuma...) acabávamos a beber café vienense com a coroa de natas e a comer Mozartkugeln, umas bolas de chocolate com massapão de pistácio.
Em casa o jantar era sempre igual, todas as noites: tomate cortado em gomos com tiras de queijo. Nunca me cansei. Hoje, munida de uns bons tomates apanhados na horta da Quinta da Granja, no Bombarral, resolvi reviver esses jantares. Aqui está a foto. Quando o tomate é bom, está na época e é de chão, gosto de o comer sem nada. Nada mesmo, nem sal nem azeite. Hoje juntei-lhe dois queijos, um Gouda ( os holandeses dizem "Rrruda" e um Manchego. À vossa...


HUMM



Acho que é opinião comum que há demasiados progamas de cozinha, desde os concursos às receitas. Oiço até dizer que, em geral, se ouve falar muito de cozinha e cada vez se come pior. 

Discordo. Não há dúvida que se fala ultimamente muito de cozinha, desde que os espanhóis a elevaram a arte. Vê-se cozinha como se vê futebol, pelo movimento e não para aprender a jogar. Daí que os programas em que supostamente se ensinaria a cozinhar sejam shows, em que se combina uma mistura de porn food com crime food, em que os apresentadores encarnam personagens pouco credíveis, com famílias maravilhosas ou vidas holiodescas. (A talhe de foice, aproveito para dizer que gostei de ver o programa da Filipa Gomes, o Prato do Dia. Ela conseguiu criar um personagem, por vezes um nadinha exagerado nos ademanes, e tudo o que cozinha tem lógica e boa apresentação. Já não gosto tanto de a ver no programa da camioneta). A um ritmo diabólico em que mal conseguimos apreender a sequência de imagens, só temos olhos para ver os legumes a serem esfaqueados, o limão a escorrer em fio, ao liquidificador a triturar brutalmente coisas coloridas ou, last but not least, o decote da Nigella ou da sul-africana Siba. No fundo, é tudo pulsões primárias, ficam bem juntas. Discordo e até acho que devia haver mais programas, mas daqueles em que qualquer pessoa interessada pode aprender muito, como era o Sentido do Gosto, de José Bento dos Santos. Deixou muita gente com pena de não o ver mais na televisão. 

Embora muito raramente veja um concurso de cozinha, às vezes deito o olho a um programa de receitas ou a um show, tipo Bourdain. Uma coisa que me irrita é o constante HUMM, está uma delícia, cara de experiência extrema de felicidade mística, quais santas teresas de Ávila trespasadas pela espada. Ainda não perdi a esperança de ver um desses provadores ou cozinheiros a cuspirem tudo cá para fora, a dizerem uma boa asneira e a fazerem a cara da impagável Ina Garten, a condessa descalça.   



MAIS SUGESTÕES PARA O ALGARVE

 

 

 

Vila Vita, Ocean: com o chef Hans Neuner a fazer uma cozinha do mundo, técnicas perfeitas e muito sabor. Para ocasiões especiais. Convém chegar cedo e dar uma volta no parque e espreitar a praia.

Só jantar


Fechado às terças e quartas-feiras.
As datas de fecho semanal do restaurante Ocean podem variar.

Porches

 

Vila Lara: para não perder os fabulosos BBQ do chef Tiago Bonito (TERRACE GRILL) , sobretudo os maravilhosos pratos de peixe. A vista é deslumbrante. No restaurante do hotel, aconselho os soufflés doces, que Tiago faz na perfeição.

Porches

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pizzaria Casavostra: óptimas pizzas num espaço muito agradável. Reserva indispensável.

Almancil

 

 

Moiras Encantadas: o chef Rogélio faz saborosa cozinha tradicional algarvia com um toque moderno.

Rua Miguel Bombarda, n.º 2

8200-495 PADERNE Albufeira  

TEL/RESERVAS: 289 368 797

 

Gigi: para comer bem peixe e marisco num ambiente de praia. Só ao almoço e está sempre cheio.

Praia da Quinta do Lago

 

 

 

 

Pezinhos na Areia: mesmo en cima da areia da Praia Verde, Castro Marim. Vale pela comida mas também pelo ambiente.

Praia Verde

 

 

 

 

 

 

SUGESTÕES PARA COMER BEM NO ALGARVE

 

 

Noélia e Jerónimo (Cabanas de Tavira)

cozinha tradicional algarvia

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/bene-trovato-noelia-68901

 

São Gabriel, Leonel Pereira (Almancil)

cozinha contemporânea

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/51403.html

 

 

Gourmet natural - uruguaio, sobretudo carne (Vale de Lobo)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/49530.html

 

 

Jardim da Cerveja (Porches, perto do Vila Vita)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/25654.html

 

 

Monte da Eira tradicional (perto de Loulé)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/21864.html

 

VPs, internacional, (Quinta do Lago)

 http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/47758.html

 

Outros

António tá Certo - peixe grelhado ao pôr-do-dol sobre a praia do Garrão

 

EStaminé - ilha Deserta (Barreta) - peixe e bivalves

 

 

 

Pág. 1/2