Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

STREET FOOD NO ESTORIL

IMG_0003.JPG

 

 

Estava um fim de tarde lindo, sem vento, com as condições ideais para flanar pelos jardins do Casino do Estoril emoldurados por fiadas de veículos de Street Food, ou melhor, de Comida de Rua.

Era uma frota de carrinhas, camionetas, atrelados, motociclos e até um autocarro. Todos eles pintados de cores brilhantes e chamativas, porventura mais atraentes do que a própria comida que lá era servida.

 

13347006_979258295521713_4126492779089650962_n.jpg

 

Atrelado do Pão à Antiga (retirado do FB) 

 

 

 

IMG_0005.JPG

 

Mister Pig, há que melhorar esta montra...

 

 

 

 

IMG_0006.JPG

 

Uma fantástica sanduíche de leitão do Mister Pig

 

 

IMG_0007.JPG

 

 

Um dos dois veículos de que mais gostei, um vegan

 

 

 

 

IMG_0008.JPG

 

Uma Bedford linda, o meu veículo preferido, mas com uma oferta pobre, a precisar de ser melhorada

 

 

IMG_0009.JPG

 

Os mini donuts da Bedford. Precisam de uma volta, mas a ideia é boa.

 

IMG_0010.JPG

 

A Bota Lenha, a carrinha que mais corresponde ao conceito de movimento na street food. Boas pizzas de massa fina. 

 

IMG_0012.JPG

 

Prego de picanha, agradável, bom pão, boa carne. Da Linda, que tem Chicha muy buena

 

 

IMG_0013.JPG

 

A trotinete da Linda, gente muito simpática

 

 

IMG_0014.JPG

 

Os folhados de Chaves

 

 

 

 

A maioria da oferta é estrangeira, mas há muito estabelecida pelo mundo inteiro. Muitos hambúrgueres e cachorros, mas também outras origens, como as sul-americanas arepas. Gostava de ter visto mais adaptações da nossa comida à rua. Não há imaginação para criar coisas novas? Só sabemos copiar? Há a roulotte do pão com chouriço (Pão à Antiga), com os fardos de palha cobertos com mantas tradicionais para as pessoas se sentarem. Gostei. Há as bolsinhas de pão com recheios de sabor nosso. Óptimas eram as sanduíches de leitão da Bairrada do Mister Pig, mas a montra precisa desesperadamente de ser mudada. Dois leitões esticadinhos e uns sacos de batatas fritas não chamam a atenção de ninguém. As batatas fritas eram caras e estavam moles. Uma pena. Experimentei ainda um pastel de carne de Chaves, bom e acabado de sair do forno.

A portugalidade esgota-se nas bolas de Berlim e nos pastéis de nata. De notar ainda duas roulottes vegan, uma delas a que mais me chamou a atenção em termos de veículo.

Além das sanduíches de leitão, comemos um prego de picanha agradável e uma boa mini pizza margarita feita em forno de lenha. Os ambulantes que mais atraem são os que têm movimento, como este Bota Lenha, em que o cliente vê todo o processo de confecção das pizzas.

A fechar, um gelado da Pascoalini (Santarém) que tem sabores ribatejanos, mas que não me agradaram por aí além.

A soma final rondou os 15 euros, pagos obrigatoriamente em senhas compradas no recinto. Acho errado que não aceitem devoluções de senhas inferiores a 5 euros. Também acho errado que alguns vendedores estivessem a aceitar dinheiro vivo.

 

Veja aqui os próximos eventos de Street Food em todo o país: http://www.streetfoodportugal.pt

 

IMG_0015.JPG

 

Ali ao lado, o intemporal Hotel Palácio onde passei algumas férias na meninince contempla estes jeitos modernos.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.