Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

E É SEMPRE A PRIMEIRA VEZ

FullSizeRender-1.jpg

 

Há coisas de comer de que nunca nos fartamos, sobretudo quando elas não estão disponíveis o ano inteiro. Já poucas são as que têm sazonalidade, como as cerejas e este estranho animal que se ama ou se odeia, mas que está na moda em Lisboa. Estou a falar, claro, da lampreia. Já se encontram pela capital inúmeros restaurantes de toda a sorte que serve lampreia na sua época. E muita gente nova que já não dispensa esta graça de ir comer o ciclóstomo pelo menos uma vez no ano. 

Eu tenho tido a sorte de a comer num sítio onde é sempre boa e bem confeccionada, o Beira-Mar, em Cascais. Já inaugurei a época, a convite de um grande amigo e apreciador. Foi muito bem regada com um tinto Vinhas Velhas de Santa Maria de 2011, da região da Lousã.

A lampreia teve a graça de estar ovada e o molho estava incrível de sabor e textura. E é sempre a primeira vez...

 

 

FullSizeRender.jpg

 

FullSizeRender-2.jpg

 

 

 

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.