Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

MAUS FÍGADOS

IMG_3939.JPG

 

Gosto muito de tudo quanto é vísceras, desde rins e fígado, a miolos e coração. De todas elas, talvez a minha favorita seja o fígado. A proibição da venda do baço, que se raspa para engrossar o molho das iscas e para o deixar com uma textura única, foi um rude golpe para as iscas e para mim. Hoje, que voltou a ser permitida a sua venda, não se encontra em lado nenhum. Os talhos queixam-se de que os matadouros não os disponibilizam.

Hoje em dia, cada vez é mais raro encontrar vísceras nos restaurantes. Dos miolos nem se pode falar, o rim está desaparecido e apenas se vão encontrando as iscas de fígado.

Recentemente, comi duas vezes iscas muito más. A primeira vez foi no Faial, no restaurante Medalhas, e as iscas tinham um horrível travo doce. O molho tinha levado ketchup, que impossibilitou a segunda dentada. Questionada a cozinheira sobre a razão do uso deste condimento, esta explicou que, como os açorianos imigrados nos EUA pediam sempre ketchup para por nas iscas, ela terá resolvido incluí-lo à partida no molho.

A última vez foi já esta semana e num local onde eu tinha grandes expectativas acerca das iscas, porque me tinham dito que usavam baço no molho: a Taberna da Rua das Flores. No quadro negro da ementa estava escrito «Iscas Mirandesas com elas». Perguntei se o adjectivo aposto às iscas significava que o fígado era de carne de vacas mirandesas e se o molho levava baço, o que foi confirmado pelo pessoal da sala. Fiquei a salivar.

Grande desilusão: as iscas devem ter cozido na marinada, porque estavam demasiado esponjosas e moles e com um sabor muito amargo a qualquer bebida alcoólica não evaporada que deixava um mau gosto na boca. Os benefícios da fritura não se faziam sentir nas iscas, que pareciam apenas cozidas e estavam extremamente salgadas. A batata era de fraca qualidade e trazia casca, bastante amarga. O molho estava bastante líquido, não satisfazendo a saudade que eu tinha do baço. O pessoal da sala, muito simpaticamente, ofereceu-se para trazer outras iscas, mas desde logo afirmando que só a quantidade de sal podia ser mudada. No fim, não comemos as iscas, mas o pessoal de sala não os cobrou.

Continuo à procura de umas boas iscas com molho de baço.

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.