Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

PASTELARIA É LUXO

bachour.jpg

 

 

O luxo define-se como sendo algo que não faz parte das nossas necessidades não essencial e difícil de conseguir, quer pelo preço quer pela escassez. Para alguns, o luxo será um Vacheron Constantin no pulso, uma carteira Hermés no braço, um Ferrari na garagem ou um Picasso na parede da sala. Para outros, o verdadeiro luxo é o tempo, a variável mais escassa do universo. A pastelaria pode ter de tudo isso um pouco, beleza, matérias-primas perfeitas e a variável tempo. O luxo de saber comer uma madalena escassos minutos após sair do forno ou de esperar o tempo necessário pelo pico da perfeiçao de um macaron. Ou a beleza desta verdadeira obra de arte saída das mãos de Antonio Bachour (ver http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/34738.html), um pasteleiro porto-riquenho a viver em Miami, considerado um dos 10 melhores dos EUA. O luxo de poder comer uma obra de arte.

 

 

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.