Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

RESTAURANTES NO ALGARVE 2015

No Algarve, a oferta é cada vez melhor, e muitos restaurantes conservam-se iguais a si próprios durante anos e anos. O tempo de férias é sempre escasso para experimentar muita coisa nova, porque há sempre os obrigatórios.

 

A grande surpresa deste ano, que defintivamente vale a pena experimentar, foi para mim o EMO, no Tivoli Victoria, Vilamoura, do chef Bruno Rocha. Mas esse faz parte do post a seguir.

Um dos obrigatórios é, sem qualquer sombra de dúvida, a Noélia, em Cabanas de Tavira. Penso que será o restaurante mais concorrido do Algarve. Como já disse algures, para mim não há Algarve sem Noélia. No Verão, nem sempre atendem o telefone para reservas. Aqui fica o truque: apresentem-se para jantar às 18 h45 e conseguem mesa. Nesse dia, nem ousem almoçar. O restaurante fica mesmo em frente á ria e jantar cedo só tem vantagens. Não me vou deter mais por aqui (ver Noélia), deixo-lhe apenas umas fotos de outros pratos que também aconselho. Uma refeição bem comida e bebida fica à volta dos 25 euros. Os pratos andam à volta dos 13.

 

 

Noélia 1.JPG

 

Açorda de camarão

 

Noélia 2.JPG

 

 

Filetes de peixe-galo


Noélia 3.JPG

 

com acompanhamento de açorda (não acho graça nenhuma às amêijoas com casca na açorda, mas agora parece que é moda lá em baixo.) 

 

Noélia 4.JPG

 

Bacalhau com batatas com murro

 

Noélia.JPG

 

Atum braseado com arroz de manga e gengibre

 

 

 

 

Noutra escala de preços (paguei quase 70 euros só com água), e noutro tipo de cozinha (contemporânea), está o São Gabriel, de Leonel Pereira. Este ano, com pena minha, tive de lá ir sozinha e, portanto, não pude experimentar muita coisa. A inspiração de pegar nos produtos algarvios e de os transformar em belas e saborosas criações permanece. Desta vez comi um peixe que nem sabia que existia no Algarve, julgava que era mais açoreano: o lírio. É muito semelhante ao atum na textura e no modo como lasca, mas de sabor muito mais suave. Foi talvez um dos melhores peixes que comi na minha vida, quer pelo peixe em si, quer pela confecção. Tive pena de não ter falado com o Leonel, mas não estava presente, o que significa que a equipa de cozinha está bem treinada. O serviço de mesa melhorou significativamente. (Ver Leonel Pereira)

 

 

Leonel 2015.JPGLeonel 2015 1.JPG

Bloody Mary de gaspacho (o suco do tomate é retirado com uma pressão de 3 bars) com sardinha

Leonel 2015 2.JPG

 

Bolacha de tinta de choco, lula com pó de lula curado durante 2 anos, linguado meunière, carabineiro com bolacha do mar 

 

Leonel 2015 4.JPG

Lírio com arroz negroni, molho de lima kaffir, ervilhas tortas e ervilhas e citrinos

 

 

 Leonel 2015 3.JPG

Merengue com pistácio e framboesas

 

 

 

 

A Cervejaria/marisqueira de Vilamoura é uma boa opção para quem está na zona. Atendimento super-simpático e carta muito variada. Experimentei uns choquinhos à algarvia e gostei imenso, assim como de um bom bife de atum.

‪Av. Tivoli, edifício Mourapraia, loja 10, Vilamoura 8125-410, Portugal+

‪+351 289 323 671

 

 

 

cerevejaria vilamoura

 

 

Referências de posts anteriores

Pizzaria Casavostra: óptimas pizzas num espaço muito agradável. Reserva indispensável.

Almancil

 

 

Moiras Encantadas: o chef Rogélio faz saborosa cozinha tradicional algarvia com um toque moderno.

Rua Miguel Bombarda, n.º 2

8200-495 PADERNE Albufeira  

TEL/RESERVAS: 289 368 797

 

Gigi: para comer bem peixe e marisco num ambiente de praia. Só ao almoço e está sempre cheio.

Praia da Quinta do Lago

 

São Gabriel, Leonel Pereira (Almancil)

cozinha contemporânea

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/51403.html

 

 

Gourmet natural - uruguaio, sobretudo carne (Vale de Lobo)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/49530.html

 

 

Jardim da Cerveja (Porches, perto do Vila Vita)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/25654.html

 

 

Monte da Eira (tradicional, perto de Loulé)

http://conversasamesa.blogs.sapo.pt/21864.html

 

 

António tá Certo - peixe grelhado ao pôr-do-dol sobre a praia do Garrão

 

Estaminé - ilha Deserta (Barreta) - peixe e bivalves

 

Os Arcos – tipo tasco grande e em conta – bom arroz de lingueirão . Vila Real de Santo António, Marginal

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.