Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversas à Mesa

SUBA AO PARAÍSO

 

IMG_5610-1.jpg

 

Um almoço no Palácio Verride Santa Catarina é mágico. Alcandorado no Palácio está o restaurante Suba, de onde se usufrui de uma das melhores vistas de Lisboa: telhados de prédios vetustos, alguns ainda na sua antiga integridade, outros remendados com acrescentos mais ou menos aceitáveis, monumentos emblemáticos parados no tempo contracenando com o quotidiano da roupa estendida na corda. Pormenores aqui e ali que nos dão esperança de que a vida ainda não fugiu das colinas.

Se o dia estiver soalheiro, há que escolher o terraço exterior, para capturar a experiência completa. Não se trata apenas de apreciar uma vista de bilhete postal, mas sim de participar no dia-a-dia lisboeta. Uma experiência que fica para sempre na nossa memória. Não há que recear o frio, porque podemos contar com o calorzinho dos aquecedores de exterior. E é só abandonar-nos ao conforto das cadeiras e deixar que a comida nos aqueça o corpo e a alma.

O responsável por esta última parte é um jovem transmontano, o Fábio Alves, proveniente de uma longa linhagem de familiares ligados à restauração na região de Valpaços. Este chef executivo continua a estar quotidianamente imerso na cozinha, ao calor do fogão, porque para ele «a cozinha requer uma prática constante». Há nesta ementa pratos, como o de cabrito, que só um cozinheiro com raízes no território consegue colocar na mesa com tanto sabor. Sabor que está presente ao longo de todo a refeição.

Esta conjugação de uma comida com alma e cheia de sabor com a cidade em movimento tornam o almoço no SUBA inesquecível.

Conforme o tempo de que dispomos e a situação da nossa bolsa, podemos optar por um almoço prix fixe (pelo fantástico de preço de 25 euros, sem bebidas),  pelo menu à carta ou por uma das ementas de degustação. O almoço de preço fixo varia. Aqui fica a ementa do dia em que lá estive. Não o experimentei porque fiz a degustação.

Uma palavra final para um bom serviço de sala. 

 

IMG_5757.jpg

IMG_5635.jpg

O chefe Fábio Alves desenhou uma ementa equilibrada com tradição, criatividade e muito sabor.

 

 

IMG_5602.jpg

Espumante Vértice para acompanhar as entradas.

 

IMG_5603.jpg

Pão, manteiga e crocantes de tapioca e especiarias

 

IMG_5605.jpg

Espuma de mozarela, tomate e vnagre balsâmico

 

IMG_5606.jpg

 

IMG_5608.jpg

Black Angus curado, beterraba macerada, queijo de pasta rija e trufa

 

 

IMG_5610-1.jpg

Mil-folhas de foie gras e pera bêbeda, mousse salgada de vinho do Porto e torresmos de aves

 

 

 

IMG_5611-1.jpg

Chardonnay da Adega Mãe 2019

 

IMG_5612.jpg

O caldo sobe na máquina de café onde estão condimentos que o enriquecem

IMG_5616.jpg

Lula em duas confeções, alcachofra e dashi invertido

 

IMG_5621.jpg

Creme de peixes e mariscos, mini rissol de berbigão e telha de camarinha

 

IMG_5622.jpg

Pinot Noir da Adega Mãe

 

IMG_5624.jpg

Cabrito de leite a dois tempos, seu arroz e jus

 

IMG_5625.jpg

IMG_5632.jpg

Esfera de Chocolate banhada a ouro, favo de cacau e frutos vermelhos (o molho de baunilha quente é deitado sobre a esfera cujo topo derrete revelando o interior de frutos vermelhos.

 

IMG_5633.jpg

Sauternes com a sobremesa

 

IMG_5597.jpg

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.