Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Conversas à Mesa

THE GREEN AFFAIR

IMG_0291.jpg

 

Foi o Nuno Hetfield, do blog vegan Alho-francês, que me convenceu a transpor a porta de um restaurante que exclui a proteína animal, ou seja, vegan. A minha (má) experiência no campo alternativo tinha cerca de 40 anos e reportava-se a um macrobiótico, onde tive a sensação de ser um passarinho numa gaiola alimentado a alpista.

Levou-me o Nuno ao The Green Affair, na zona do Saldanha, um restaurante vegan cujo conceito foi criado pelo Henrique Costa Pereira, com a ajuda preciosa do Alho-francês nas ementas. O espaço é lindíssimo e saí de lá com a convicção de que ali podia comer muitas vezes, sempre com prazer.

A grande surpresa para mim foi o sabor. Confesso que estava à espera de pouco consolo, mas praticamente tudo que comi estava carregado de sabores incríveis que me fizeram esquecer qualquer tipo de comparação com a comida a que estou habituada. O Green Affair é um local onde irei certamente mais vezes porque gostei da comida, e porque até um omnívoro como eu não precisa de comer constantemente proteína animal. O aspecto dos pratos é muito atraente, com a frescura e a cor dos legumes a contrastar com as das leguminosas e dos derivados de soja.

Achei curioso o facto de alguns pratos da carta ainda terem referências formais, linguísticas e estéticas, à cozinha omnívora (por exemplo à carne: o seitan, muito bom e feito no local, mima um bife, com a sua forma e cor) ou ao queijo (cheesecake é o nome de uma das sobremesas, sem que, evidentemente, lá exista cheese de qualidade alguma), ou ainda à crème fraîche.

Os meu pratos preferidos foram a couve-flor e o ceviche de palmito, de textura e sabor fantásticos. Gostaria aqui de chamar a atenção para a sobrexploração da palmeira juçara na Mata Atlântica para a retirada do palmito. Esta espécie está agora em extinção, tendo, de uma forma geral, sido substituída pela pupunha, de textura menos agradável, mas mais sustentável.

 

Há que provar um dos cocktails, muito cheios de fruta.

O que acho sempre mais fraco, são as sobremesas vegan: se a manteiga aceita ser substituída por abacate ou tâmaras, a pastelaria precisa de ovos e os resultados costumam ser insatisfatórios.

IMG_0296.jpg

Dois cocktails

 

 

IMG_0294.jpg

"Coxas" de Couve-Flor panadas e acompanhadas com molhos (Tártaro e Agridoce Picante)

IMG_0292.jpg

Tártaro de Beterraba com a nossa Pasta de Abacate

 

IMG_0288.jpg

Caril Katsu com Panados de Tofu, Beringela e Abóbora, Arroz e Salada

 

 

IMG_0289.jpg

Bowl de grão-de-bico com legumes da época

 

 

IMG_0290.jpg

Tofu marinado com Gratinado de Broa de Milho, Tomate e Coentros, Puré de Vegetal da Época e Salada

 

IMG_0287.jpg

A nossa receita secreta de Bife de Seitan com Molho de Pimenta, Gomos de Batata e Salada

 

 

IMG_0285.jpg

Crème brulée de coco com abacaxi assado

IMG_0286.jpg

Bolo de chocolate

 

The Green Affair

Avenida Duque de Ávila, 32 A, Lisboa

Aberto todos os dias, mas só para jantar